Redação Maricá Publicidade 1200x90
18/12/2019 às 14h26min - Atualizada em 18/12/2019 às 14h29min

Maricá: Como acalmar seu cão em temporada de queima de fogos

As festas de fim de ano estão se aproximando, Flamengo competindo na final do Mundial de Clubes, e os ânimos estão à flor da pele – das pessoas, e dos animais. Neste período, os bichinhos de estimação ficam muito estressados, e os donos devem ficar em alerta máximo com os fogos de artifício. Com as explosões, muitos animais, especialmente os cachorros, se assustam e acabam fugindo de casa, ou passando mal, e às vezes até morrem.

Mas por que isso acontece com os cães?

Muitas vezes, os animais não estão acostumados com bombas e fogos, e as luzes e o barulho parecem ameaçadores. Além disso, os cães conseguem ouvir muito melhor do que os seres humanos, e identificam sons inaudíveis para os nossos ouvidos. Por isso, eles são tão sensíveis ao barulho. Imagine como deve incomodar, e até doer, o som das explosões de fogos de artifícios, que costumam durar longos minutos.

Como acalmar o seu cãozinho nessas situações?

Nem sempre é possível prever quando um vizinho soltará fogos, mas em datas comemorativas como a virada do ano novo, por exemplo, você pode adotar medidas para proteção do animal. Uma delas é coloca-lo dentro de casa, para que não se sinta sozinho e fique menos exposto ao barulho. Dessa forma, você também diminui as chances dele fugir de casa. Fazer uma “toca”, ou um abrigo dentro da casa para o animal também é uma opção, quanto mais confortável e seguro se sentir, melhor.

Segui as dicas e o cãozinho ainda está apavorado, e agora?

Antes de mais nada, se o seu cachorro estiver apresentando qualquer sinal de que está passando mal, é muito importante que você o leve para alguma emergência veterinária, ou entre em contato com o veterinário de rotina. Se ele está bem, mas continua com muito medo dos fogos, existe uma técnica muito compartilhada na internet que vale a pena tentar para acalmar o bichinho. Basta enrolar uma faixa de pano firme no torso do animal, mas sem apertar muito ou impedir seus movimentos. Em alguns pet shops já existem roupinhas que prometem cumprir a mesma função do pano.

Passo a passo retirado da internet

Outra dica valiosa para acalmar seu cão é não demonstrar preocupação ou agir de forma diferente, pois isso pode aumentar a ansiedade dele. Fale em tom de voz normal, mantenha-o perto de você e o instigue com brincadeiras, para que ele entenda que vai ficar tudo bem.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://redacaomarica.com.br/.
Redação Maricá Publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp