Redação Maricá Publicidade 1200x90
24/03/2022 às 15h36min - Atualizada em 24/03/2022 às 15h36min

Troca de experiências entre pessoas com Síndrome de Down, profissionais e familiares

Fonte: PMM
Foto: Katito Carvalho

O campus Maricá da Universidade Vassouras, no Flamengo, sediou nesta quarta-feira (23/03) a primeira edição da Jornada Científica T21, evento aberto ao público para troca de conhecimentos e experiências sobre a Trissomia do Cromossomo 21 – condição genética mais conhecida como Síndrome de Down) –, organizado pela Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria de Assistência Social.

Durante todo o dia, várias atividades reuniram pessoas com a síndrome e seus familiares, além de profissionais como fonoaudiólogos, fisioterapeutas, psicólogos e nutricionistas. Entre os temas abordados, a linguagem da pessoa com Down, problemas cardíacos e ortopédicos, alterações hormonais e fatores como autonomia e independência do jovem e do adulto com T21.

“As pessoas com Síndrome de Down, que perpassam por todo esse contexto de alterações e comorbidades, dissipando a barreira do preconceito, também fazem parte da jornada e terão voz”, afirma a coordenadora de Inclusão da Secretaria de Assistência Social, a fonoaudióloga Bárbara Arêas, uma das idealizadoras da jornada.

Vivência e palestras

O ponto alto do evento foi a vivência proposta pelo psicólogo Leonídio Guedes, que atua no Centro de Reabilitação de Maricá, protagonizada pelas jovens maricaenses Roberta Mataruna, Luana Serra e Maria Isabel. O trio falou do cotidiano, de suas experiências e seus sonhos, ao lado das mães Ana Carla, Márcia e Carla – que também dividiram suas expectativas e mesmo a insegurança com a chegada das filhas à vida adulta.

As palestras da Jornada Científica T21 foram:

– “A Síndrome de Down e acometimento cardíaco. Principais alterações”, com Fabiano Marins, médico cardiologista;

– “O discurso narrativo e a fluência da fala – Aspectos da linguagem na Síndrome de Down”, com Ana Cláudia Ribeiro, fonoaudióloga do Centro de Reabilitação de Maricá;

– “A Instabilidade atlantoaxial e a hiporfrouxidão ligamentar na Síndrome de Down”, com Mirela Lugão, fisioterapeuta da Equoterapia de Maricá;

– “A importância do equilíbrio nutricional ante às alterações hormonais e endocrinológicas na T21”, com Mitsu Azevedo, nutricionista do Centro de Reabilitação de Maricá;

– “Autonomia/Independência da pessoa jovem e adulta T21”, com Leonídio Guedes, psicólogo do Centro de Reabilitação de Maricá.

Programação:

Sexta-feira (25/03) – 14h
Exibição do filme “Cromossomo 21” e confraternização com concurso de coreografia do TiK Tok com pessoas com Síndrome de Down.
Local: Rotary Clube Maricá (Rua Pastor Alcione Sobral, 5 – Caxito)


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://redacaomarica.com.br/.
Redação Maricá Publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp