28/10/2019 às 12h03min - Atualizada em 28/10/2019 às 12h08min

'Pipódromos' podem se tornar realidade em Maricá

Um projeto de lei do vice-presidente da Câmara Municipal de Maricá, Dr. Felipe Auni (PSD), e do primeiro secretário da casa, Marcus Bambam (PV), prevê a criação de 'pipódromos'. A lei, visa oferecer locais especificos para a prática de soltar pipas.

O primeiro local escolhido para um dos 'pipódromos' foi a Rua Zero, na Barra de Maricá. Lá haverá permissão para uso de linhas esportivas de competição (LEC), que é cortante mas não utiliza cerol, que é proibido por lei por conta do seu alto nível de periculosidade. A LEC só é permitida nesses locais especificos para a prática de soltar pipas e para maiores de 16 anos.

A ideia dos vereadores é valorizar a prática que é muito criticada, além de oferecer um espaço legalizado para os pipeiros de plantão. De acordo com a lei, os "pipódromos" devem estar localizados em área restrita aos participantes de uma distância minima de um quilômetro de rodovias públicas e de redes elétricas. O objetivo é garantir a segurança dos frequentadores.

Os pipódromos serão administrados por associações de pipeiros, legalizadas e reconhecidas pela Associação de Pipeiros do Estado do Rio de Janeiro (Aperj), Cabendo ao Poder Público a autorização e a fiscalização.

A PL animou os amantes da prática na cidade, que sempre reivindicaram um espaço público e a valorização.

Fonte: LSM


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://redacaomarica.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp